Notícias Organismos Públicos

Todas

2022-01-21 06:00:00 -

Cidade de São Paulo continua vacinação antiCovid de crianças e demais grupos nesta sexta (21)

Nesta sexta-feira (21), a capital segue com a campanha de vacinação contra a Covid-19 e gripe. 

O público infantil entre 5 e 11 anos com qualquer comorbidade e deficiência permanente (física, sensorial ou intelectual) pode receber a primeira dose da vacina antiCovid. A imunização também está disponível para crianças indígenas aldeadas da mesma faixa etária. A recomendação da vacinação pediátrica é de duas doses, com intervalo de oito semanas entre a primeira e segunda aplicação.

A imunização deste público acontece exclusivamente nas 469 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Assistências Médicas Ambulatoriais AMAs/UBSs Integradas, das 8h às 19h.

Vale ressaltar que a vacinação infantil contra a Covid-19 começa uma hora depois da abertura das UBSs porque o fabricante orienta que seja feita a diluição da vacina após atingir a temperatura ambiente. Como as vacinas são armazenadas resfriadas (de 2 a 8 graus), faz-se necessário, já no momento da abertura das UBSs (às 7h), retirar os frascos da câmara e aguardar cerca de 1 hora para atingir a temperatura adequada. Por esse motivo, as doses pediátricas ficam disponíveis para uso a partir das 8h.

A vacinação antiCovid da população com mais de 18 anos de idade é realizada a partir das 7h, nas UBSs/AMAs integradas, megapostos e drive-thrus. Assim como a vacinação contra a gripe, que está disponível para todas as faixas etárias acima de seis meses de idade. Os dois imunizantes podem ser aplicados no mesmo dia.

Orientações para a vacinação infantil

É obrigatório apresentar documento de identificação, carteirinha de vacinação, comprovante de condição de risco em caso de comorbidade (que podem ser exames, receitas, relatório ou prescrição médica físicos ou digitais, contendo o CRM do médico e com até dois anos de emissão) ou comprovante de deficiência (laudo médico, cartão de gratuidade no transporte público, documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas ou documento oficial de identidade com a indicação da deficiência).

Além disso, as crianças devem estar acompanhadas pelos pais ou responsáveis no ato da vacinação.

Lista de deficiências permanentes para vacinação de crianças de 5 a 11 anos:

- Física: limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas;

- Sensorial: indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo;

- Visual: indivíduos com baixa visão ou cegueira. Considera-se baixa visão ou visão subnormal quando o valor da acuidade visual corrigida no melhor olho é menor do que 0,3 e maior ou igual a 0,05 ou seu campo visual é menor do que 20º no melhor olho com a melhor correção óptica (categorias 1 e 2 de graus de comprometimento visual do CID 10) e considera-se cegueira quando esses valores se encontram abaixo de 0,05 ou o campo visual menor do que 10º (categorias 3,4 e 5 do CID 10);

- Intelectual: indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais.

SERVIÇO – VACINAÇÃO CONTRA GRIPE E COVID-19 NA CAPITAL

21 de janeiro de 2022 (sexta-feira)

Megapostos, drive-thrus e farmácias: vacinação D1, D2 e DA. Funcionamento das 8h às 17h.

UBSs: vacinação D1, D2 e DA. Funcionamento das 7h às 19h. Vacinação infantil a partir das 8h.

AMAs/UBSs Integradas: vacinação D1, D2 e DA. Funcionamento das 7h às 19h. Vacinação infantil a partir das 8h.

A lista dos postos de vacinação contra a Covid-19 pode ser encontrada no site Vacina Sampa. E mais informações sobre a gripe na página de Vacinação Contra Influenza.