Notícias Organismos Públicos

Todas

2022-01-20 11:52:00 -

Garoto indígena quebra a rotina de vacinação no CS Parque Floresta

A rotina de vacinação no Centro de Saúde Parque Floresta, nesta quarta-feira, dia 19 de janeiro, teve um fato especial. A vacinação do segundo adolescente indígena que vive em contexto urbano na cidade.

A história do garoto é inusitada. Anthony Aluisio de Barros completou 12 anos no último domingo, dia 16 de janeiro, e foi o segundo adolescente indígena a receber a vacina contra a covid-19 na cidade.

A avó do menino, Luciana Denize Caetano - que é coordenadora do Coletivo EtnoCidade - contou que até a semana passada Anthony, que na comunidade indígena é chamado de Tony Mirim, ainda com 11 anos, não podia ser vacinado. “Agora que a vacinação foi liberada para as crianças ele completou 12 anos e passou a ser considerado adolescente”, detalhou.

A coordenadora do EtnoCidade foi muito atuante no início do ano passado ao organizar a vacinação de aproximadamente 100 indígenas que residem na cidade. Ela lembrou que Campinas foi o primeiro município a autorizar a vacinação de indígenas adultos que vivem em contexto urbano.

De acordo com Luciana, cerca de 12 crianças indígenas residem em Campinas. “Já estou entrando em contato com as famílias para garantir que todas sejam vacinadas”, afirmou.

A Secretaria de Saúde de Campinas iniciou a vacinação contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos nesta terça-feira, 18 de janeiro. O primeiro grupo contemplado é o de pessoas desta faixa etária com doenças preexistentes ou deficiência permanente, além de indígenas e quilombolas. Foram disponibilizadas 5 mil vagas para este grupo, com o imunizante pediátrico da Pfizer. Os próximos grupos contemplados serão divulgados em breve.

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Avenida Anchieta, nº 200 – Campinas - SP – CEP: 13015-904 — PABX: (19) 2116-0555 — CNPJ 51.885.242/0001-40

Prefeitura Municipal de Campinas - © Todos os direitos reservados

Crédito: Foto cedida por Leandro Ferreira

Foto: Tony Mirim foi o segundo indígena a ser vacinado na cidade. | Crédito: Foto cedida por Leandro Ferreira

Tony Mirim foi o segundo indígena a ser vacinado na cidade.

Crédito: Foto cedida por Leandro Ferreira

Foto: Campinas foi o primeiro município a autorizar a vacinação de indígenas adultos | Crédito: Foto cedida por Leandro Ferreira

Campinas foi o primeiro município a autorizar a vacinação de indígenas adultos

Crédito: Foto cedida por Leandro Ferreira

Foto: Cerca de 12 crianças indígenas residem em Campinas. | Crédito: Foto cedida por Leandro Ferreira

Cerca de 12 crianças indígenas residem em Campinas.