Notícias Organismos Públicos

Todas

2022-01-19 15:23:00 -

Retomada econômica é tema de debate com os principais setores produtivos da capital

A Prefeitura de São Paulo realizou na segunda e terça-feira, 17 e 18 de janeiro, uma série de reuniões com diversos setores econômicos da cidade para falar sobre as ações e iniciativas para a retomada econômica da capital no pós-pandemia. Os bate-papos contaram com a participação de representantes dos dez principais setores: comércio e varejo; turismo e gastronomia; economia criativa; indústria; saúde, esporte e qualidade de vida; economia verde e sustentabilidade; tecnologia e inovação; infraestrutura e construção; educação e qualificação.
Os debates foram coordenados pela secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (SMDET), Aline Cardoso e pelo secretário adjunto, Armando Junior. Durante os encontros, foram debatidas ações que podem impulsionar os setores paulistanos e apoiar a retomada econômica. Para isto, estão sendo criadas câmaras temáticas formadas pelo poder público e o setor privado.

“Neste começo de ano estamos somando esforços, tanto do poder público como do setor privado, para impulsionar a retomada econômica paulistana, combatendo os principais efeitos que a pandemia do coronavírus trouxe”, declara Aline Cardoso. “Vamos lançar em breve um planejamento de toda a cadeia produtiva da Capital, para que possamos não só retomar os empregos e a geração de renda, como promover um desenvolvimento econômico sustentável e inclusivo em São Paulo”, complementa.

A ação faz parte da construção do Plano Municipal de Desenvolvimento Econômico - PMDE, planejamento que está sendo elaborado pela SMDET e apresentará caminhos para a melhoria da geração de trabalho, emprego e renda. Com o apoio da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), secretarias municipais, empresas privadas, entidades e a população, o documento irá apresentar as vocações econômicas, tendências e oportunidades de todas as regiões.

Além da retomada econômica, o plano contará com eixos norteadores para que a cidade alcance um desenvolvimento econômico inclusivo, competitivo e sustentável. O planejamento prevê a atração de investidores, promoção das cadeias produtivas, o desenvolvimento local e a alavancagem territorial.

Durante os debates, os secretários destacaram ações, dentro dos principais setores econômicos paulistanos, que já são desenvolvidas pela Prefeitura de São Paulo, como o Hub Green Sampa, espaço de trabalho e de impulsionamento de tecnologias verdes; as unidades do Teia, coworkings gratuitos que estão espalhados por toda a Capital; e o Observatório da Gastronomia, espaço de articulação direcionado ao fortalecimento da cadeia da alimentação e da gastronomia.

O PMDE, primeiro plano econômico a ser elaborado na cidade de São Paulo, está previsto para ser lançado ainda neste mês deste ano.