Notícias Organismos Públicos

Todas

2000-06-08 17:46:00 -

CPI do Narcotráfico ouve empresário de Atibaia

José Gomes Filho, empresário e piloto de avião preso segunda-feira em Guarulhos, proprietário de aviões e de um hangar no aeroporto de Atibaia, depôs na tarde desta quinta-feira, 8/6, à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembléia Legislativa, que investiga o narcotráfico no Estado, onde negou as acusações de participar de negócios ilícitos. "Já vendi mais de 200 aeronaves, atuando como intermediário. Sou cliente do Hangar União, não sócio", afirmou ele. Questionado pelo deputado Renato Simões (PT) sobre os motivos de não ter comparecido na CPI em 23/4 para prestar depoimento, Gomes afirmou que "eu e Odarício Quirino Ribeiro (desde então foragido) fomos avisados de que as prisões haviam sido decretadas, e a notícia me foi dada horas antes de vir à Assembléia depor, então, para não ser preso, fiquei 60 dias em um prédio de propriedade de minha filha em Cumbica".

Ribeiro é dono de uma oficina para manutenção de aviões em Atibaia e é apontado como peça-chave do narcotráfico em São Paulo. Gomes disse conhecer "superficialmente" Ribeiro e negou ser seu sócio, mantendo apenas relações comerciais com ele. "Fui uma vez a Maricá para comprar uma avião e Odarício me acompanhou para fazer o orçamento dos reparos necessários. Meus negócios são sempre assim e ele recebe comissão, como ocorre nesse mercado".



Simões contou que vários cheques de Ribeiro foram encontrados no hangar de Gomes. "Esses cheques são pagamento de aeronaves que eu comercializo". Segundo o deputado, foi encontrado, entre os documentos, um cheque da empresa Fibra Taxi Aéreo, assinado pela filha e pela mãe de José Gomes. "A empresa foi passada para Magali Jacob (esposa de Odarício) e a minha família não tem mais nada a ver com ela". O empresário afirmou que não lhe interessa saber de quem são os cheques que ele recebe como pagamento, mas "se eles têm fundos".



A comissão ouviu pela manhã o depoimento de um mecânico de aviação que tem conhecimentos sobre uma suposta conexão entre os aeroportos de Atibaia-SP, e de Maricá-RJ. A conexão, ligada ao transporte de drogas, envolveria aeronaves de José Gomes Filho. A deputada federal Laura Carneiro (PFL/RJ) esteve participando da reunião da CPI paulista, que ocorreu reservadamente durante a manhã, apenas com a participação dos parlamentares. A testemunha chegou à Assembléia encapuzada.